quinta-feira, 7 de abril de 2011

Não abandono a Cristo nem a sua Igreja, mas ficarei extremamente aborrecido com a minha igreja se...

Por Elben M. Lenz César, editor da Revista Ultimato

• Os cristãos ortodoxos demais não colocarem no mesmo nível os pecados sexuais e os pecados sociais.
• Os cristãos fundamentalistas demais aprovarem a guerra e condenarem a guerrilha.
• Os cristãos pentecostais demais não colocarem no mesmo nível de importância os dons do Espírito e o fruto do Espírito.
• Os cristãos ecumênicos demais chamarem de irmãos na fé aqueles que colocam Jesus no mesmo nível de Buda e Maomé.
• Os cristãos liberais demais disserem que Jesus é só Filho do homem e não Filho do homem e Filho de Deus ao mesmo tempo.
• Os cristãos reformados demais não enfatizarem tanto a eleição como a Grande Comissão.
• Os cristãos espirituais demais derem um espaço muito grande para a oração e um espaço muito pequeno para a ação.
• Os cristãos hipócritas demais continuarem a limpar o exterior do copo e não o interior primeiro e o exterior depois.
• Os cristãos esbravejadores demais falarem muito da condenação e pouco da salvação, muito do pecado e quase nada do perdão.
• Os cristãos diplomatas demais falarem muito da salvação e pouco da condenação, muito do perdão e pouco do pecado.
• Os cristãos acadêmicos demais desprezarem o pietismo e os cristãos pietistas demais desprezarem a teologia.
• Os cristãos avivados demais promoverem avivamentos à base de louvorzões, ajuntamentos enormes, passeatas, shows gospel, milagre de cura e enriquecimento, muito barulho e sem contrição, sem confissão de pecado, sem santidade, sem Bíblia, sem paixão pelas almas, sem unidade e sem apego cada vez maior a Jesus Cristo.

Mais uma coisa: estou pronto para ir para a cadeia, se a lei brasileira me proibir de falar que a prática homossexual é contrária à lei de Deus.

Nenhum comentário:

Postagens relacionadas:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...