quarta-feira, 15 de abril de 2015

Cordel reconta a história da Igreja Batista no Brasil

Estudar a história da Igreja é de grande relevância para melhor conhecer a caminhada da fé. Sob essa premissa, o poeta cordelista pernambucano Jénerson Alves, também jornalista, escreveu o folheto intitulado ‘A História da Igreja Batista no Brasil em Versos de Cordel’. A obra, de 20 páginas, utiliza a estrutura da literatura nordestina como uma ferramenta de registro histórico da vida e das ações de homens e mulheres que foram usados por Deus na transmissão da mensagem do Evangelho, implantando comunidades batistas por todo o território brasileiro.

De acordo com o autor, a inspiração para escrever o cordel partiu de uma análise do tempo presente. “Vivenciamos um momento de grande expansão de igrejas evangélicas, sobretudo de linha pentecostal e neopentecostal. Nesse cenário, acho que é pertinente conhecermos a nossa história, pois apenas com uma memória vívida podemos adquirir identidade e compreendermos melhor o nosso papel enquanto no mundo”, analisa Jénerson Alves, que é membro da Igreja Batista Emanuel em Caruaru-PE.

O livreto é prefaciado pelo administrador de empresas Estevão Soares, o qual é vice-presidente da Juventude Batista do Agreste de Pernambuco (Jubagre). Ele atesta que a linguagem de cordel apresenta uma ludicidade que prende a atenção do leitor, garantindo uma maior compreensão da obra, bem como estimula um caráter mnemônico no que concerne ao entendimento das informações. Soares ainda salienta a importância de trazer essa temática à tona no período hodierno, tendo em vista o contexto de velozes mudanças pelas quais o planeta está passando, mas que a mensagem do evangelho eterno precisa ser ainda mais evidenciada. “Atualmente, os Batistas estão presentes, em cerca de 200 países, representam uma população de perto de 40 milhões de membros e atingem cerca de 100 milhões de pessoas no mundo inteiro. Não é apenas uma denominação, não é apenas uma história, é a visão de uma obra missionária que a cada dia, de maneiras diversas, expande o Reino de Deus, aqui e agora”, declara.

Os interessados em adquirir a obra devem entrar em contato através do e-mail jenersonalves22@gmail.com. O autor disponibiliza gratuitamente o arquivo digital do cordel.



TRECHOS DO CORDEL
(...)
É bom salientar, pois,
Pra não haver confusão:
Os batistas no Brasil
Se inseriram em dupla ação;
Uma pelos imigrantes
E a outra pela missão.

(...)
Mas, voltemos à missão.
Deus, com ação altaneira,
Integrou ao Seu trabalho
O ex-padre Antônio Teixeira
(Primeiro pastor batista
Desta terra brasileira).

O ex-padre Antônio Teixeira
Teve vida abençoada.
Foi sacerdote católico,
Porém mudou de estrada
E se converteu sozinho
Ao ler a Bíblia Sagrada.

Nesta missão empenhada
Na relação se inclua
O casal William Buck
E Anne Luther, que atua
Mais Zacharias Clay Taylor
E Kate, a esposa sua.
(...)


SOBRE O AUTOR
Jénerson Alves nasceu em Palmares-PE, no dia 20 de junho de 1987. Escreve cordéis desde adolescente. Nesta área, já ganhou prêmios de reconhecimento nacional. Inclusive, seu talento chegou a romper as barreiras do Brasil, tendo em vista que seu folheto ‘Israel e Palestina: razão do conflito’ consta no acervo da Princeton University Library. Ademais, Jénerson é um dos fundadores da Academia Caruaruense de Literatura de Cordel. Além de poeta, é jornalista e estudante de Letras. Integra a Igreja Batista Emanuel em Caruaru, atuando como professor da Escola Bíblica Dominical.


SOBRE A LITERATURA DE CORDEL

A literatura de cordel tem raízes europeias e maior destaque no Nordeste brasileiro. O nome ‘cordel’ advém do fato de, inicialmente, os folhetos serem comercializados pelas feiras expostos em cordões. Entre os ícones da área, destacam-se Leandro Gomes de Barros, João Martins de Athayde e, mais recentemente, Manoel Monteiro, Luciano Dionísio e Moreira de Acopiara.

Postagens relacionadas:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...