terça-feira, 9 de agosto de 2016

Haja Cruz

No princípio, disse o Pai,
Antes de tudo existir:
“Eu vou criar e dar vida
A quem – sei – vai me trair...”

Disse o Espírito, em seguida:
“Eu aceitarei morar
Em quem não vai querer vida
Pois vai preferir pecar...”

Disse o Filho logo após:
“Vou me entregar e morrer
Para que através de mim
Eles possam reviver...”

Disse a Trindade: “ – Haja Cruz!”
Só depois disse: “haja luz...”

Jénerson Alves


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

1º de agosto - Dia do Poeta da Literatura de Cordel



Hoje (1º de agosto) é o Dia do Poeta da Literatura de Cordel. Este gênero de tanta grandeza cultural predomina no Nordeste brasileiro, mas possui raízes europeias, tendo chegado ao Brasil através dos portugueses, no século XVIII. Ao longo da história, grandes poetas cultivaram essa forma de expressão artística, que possui expoentes ainda hoje. Por isso, nossa equipe preparou um especial, com estrofes memoráveis criadas por cordelistas de todos os tempos. Confira:

Os nossos antepassados
Eram muito prevenidos,
Diziam: “Matos têm olhos
E paredes têm ouvidos.
Os crimes são descobertos,
Por mais que sejam escondidos”.
(Leandro Gomes de Barros)

João Grilo foi um cristão
Que nasceu antes do dia,
Criou-se sem formosura,
Mas tinha sabedoria
E morreu depois da hora,
Pelas artes que fazia.
(João Ferreira de Lima)

Só pune a honra o honrado
Porque é conhecedor,
Pois o honrado conhece
Que a honra tem valor
E quem fere a honra alheia
Fica sendo devedor.
(Caetano Cosme da Silva)

Assim “Quem comeu a carne
Que roa os ossos” também
“Não há rosas sem espinhos”
É preciso pensar bem!
Que “Gostos não se discutem”,
Mas o que deles provém.
(Abdias Campos)

Quando o Brasil quiser mesmo
Que a verdade seja dita
A história de Canudos
Vai ter de ser reescrita
Sem rasuras, sem emendas,
Passando um borrão nas lendas
Dessa tragédia maldita.
(Geraldo Amâncio Pereira)

Eu tenho setenta anos
Nesta vida nua e crua.
As noites eu passo em casa,
Os dias passo na rua
E a morte me convidando
Pra nós dois morar na lua.
(Olegário Fernandes)

Melhor ter pouco, mas ter,
Pior mesmo é quem não tem.
Pelo que estamos vendo,
É preciso entender bem
Que ÁGUA, SABENDO USAR
Por certo, NÃO VAI FALTAR
Na torneira de ninguém.
(Manoel Monteiro)

Voltei pra casa roendo
O pano do desengano
E quando cheguei em casa
Mastigando aquele pano,
Fui ao espelho e me vi,
E, me culpando, senti
Vergonha de ser humano.
(Antônio Francisco)

Temos que colaborar
E usar mais da razão,
Agindo dessa maneira
Melhora a situação,
Pois jogar lixo no lixo
É gesto de educação.
(Espingarda do Cordel)

De todas as descobertas,
Acho que a que mais me agrada
Se chama Abraço, porque
Toda pessoa abraçada
Logo se desembaraça.
Já a pessoa que abraça
É também recompensada.
(Moreira de Acopiara)

Pai Santo e Eterno Deus
Criador do universo
Me conduz pela palavra
Registrada no meu verso
Se houver fraqueza ou falha
Fortalece minha batalha
Pois te peço em oração
Me conduz em pensamento
E aqui neste momento
Tua Palavra é meu sermão
(Nerisvaldo Alves)

Estéril de esperança,
Eu comecei a chorar.
Perguntei feito criança:
“Pode o homem se salvar?”
Indaguei ainda assim:
“Pode o mal chegar ao fim?
Há no mundo ainda fé?”
Mas, neste instante, parei.
Bastante audível escutei:
“O Cordeiro está em pé!”
(Jénerson Alves)




Postagens relacionadas:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...