quinta-feira, 6 de julho de 2017

Tire o seu preconceito do caminho

Jénerson Alves


Tire as pedras que estão em sua mão,
Que eu não quero morrer apedrejado.
Eu não posso viver subjugado
Pela sua perversa opinião.
Tire o ódio que pesa o coração,
Que eu prefiro levar meu leve amor.
Faça isso e perceba que a flor
Vai brotar no local onde era espinho.
Tire o seu preconceito do caminho
Que eu quero passar com minha cor.

Sou um fruto oriundo da raiz
Germinada nos solos africanos
Que em tumbeiros, navios desumanos,
Foi trazida pr' os chãos deste país.
Um Estado servil, com ações vis,
Massacrou o meu povo sofredor
Que, ao invés de maldade e de rancor,
Vai pagar o maltrato com carinho.
Tire o seu preconceito do caminho
Que eu quero passar com minha cor.

Todos seres humanos são iguais:
Têm molécula, têm células, cromossomos.
No princípio de tudo, todos somos
Substância sem forma, nada mais!
Ao nascer, as camadas sociais
Distinções entre nós querem impor,
Mas a morte, ao chegar, causa pavor
E nós voltamos ao nada rapidinho!
Tire o seu preconceito do caminho
Que eu quero passar com minha cor.


Quebre toda barreira do humano,
Queime as ramas do mal e plante calma,
Queira os grãos do amor em sua alma,
Dissipando o racismo e o engano.
Na parábola do Bom Samaritano
Ensinada por Cristo Salvador,
Aprendi que o próximo tem valor
E ninguém é feliz sendo sozinho.
Tire o seu preconceito do caminho
Que eu quero passar com minha cor.



https://www.youtube.com/watch?v=FkvcykKSEUY

Nenhum comentário:

Postagens relacionadas:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...